domingo, 26 de julho de 2015

Não seja covarde.




Abandonar um ser indefeso e dependente é coisa de gente covarde e sem caráter. 
Seja responsável e cuide bem dos seus animais. Respeite, castre, e nunca abandone.
E se você não quer ou não pode cuidar bem, então não tenha!


quarta-feira, 22 de julho de 2015

5 chaves para evitar mordidas de cães


Veja nossas 5 dicas e ensine às crianças, de forma 
divertida, como se relacionar com cães com respeito e 
evitando mordidas Emoticon heart
Se você tem criança em casa ou trabalha com educação, 
baixe o material completo e conscientize http://ow.ly/PXqJu



domingo, 5 de julho de 2015

Abandono de animais é crime.



Vá até a delegacia e faça um boletim de 

ocorrência.



sábado, 4 de julho de 2015

Abandono domiciliar é mais comum do que se imagina.



O que é pior para um animal: viver sozinho nas ruas ou abandonado em casa?

É muito comum ouvirmos cães que latem incansavelmente o dia todo, ou que lambem as patas até machucá-las. Animais que nunca saíram para passear na rua, para tomar um pouco de sol , que ficam presos em um quintal a vida toda, recebendo apenas comida e água.

Isso é mais corriqueiro que parece. Muitas vezes, quando conversamos com esses donos eles nos dizem: “é melhor do que ficar na rua não é?”. Honestamente, não sei o que é pior.


O abandono domiciliar faz muito mal a um animal , tanto quanto um abandono nas ruas . O que muda é que, nas ruas, ele não tem comida à disposição nem abrigo , porém, em um quintal, ele não tem carinho nem momentos para explorar , coisa que todo o cão precisa fazer.

Os animais necessitam deste contato com outros ambientes , com outros cheiros , com outros animais , precisam de exercício, de abrigo e carinho.

Os donos devem entender o peso da expressão posse responsável e analisar os prós e contras de adquirir um animal.

Algumas perguntas deverão ser feitas sempre:


Qual é o melhor animal para a minha vida atual? Tenho crianças? Moro sozinho? Traçar este perfil ajuda muito na hora da escolha.

Tenho espaço suficiente para um animal?

Tenho tempo para gastar com ele, com passeios, atenção e carinho?

Quanto tempo ele passará sozinho? Se for passar muito longo, tenho condições de contratar uma pet sitter ou dog walker para ele?

Quanto de dinheiro vou gastar, com comida, veterinário, vacinas?

Estou preparado para as adversidades? Móveis roídos, roupas com pelos, animais doentes, velhice, etc?

Após esta análise, se ainda optar por ter um animal , é importante conseguir manter os cuidados . Lembre-se de que o animal precisará de você por muitos anos , às vezes décadas.

fonte: http://quintalfrancisco.blogspot.com.br/

Faça um favor a você mesmo e não tenha animais se você 

não vai cuidar bem.


domingo, 21 de junho de 2015

5 chaves para evitar mordidas de cães


Cãozinho bravo ou com medo?

Ensine a diferença para crianças com o segundo vídeo da 

série "5 chaves para evitar mordidas de cães", compartilhe Emoticon wink

Este material educativo é voltado a crianças e pode ser útil 

para pais e professores. Saiba